Moki Checklist

Prevenção de acidentes: o que é, importância e como evitar

Prevenção de acidentes: o que é, importância e como evitar

Neste artigo vamos falar sobre a prevenção de acidentes de trabalho e as ferramentas disponíveis para a implantação de um plano de prevenção adequado.

Continue lendo para saber como a tecnologia pode ajudar neste processo.

O que é a prevenção de acidentes?

Prevenção de acidentes é um conjunto de medidas e ferramentas que visa preservar a saúde e a vida, evitando imprevistos que podem ser fatais.

O acidente de trabalho, conforme a Lei nº 8.213/91, é aquele que ocorre no exercício da função e provoca lesão corporal ou perturbação funcional, causando morte, perda ou redução permanente ou temporária da capacidade laboral.

Segundo informações do Tribunal Superior do Trabalho (TST), o  Brasil ocupa o 4º lugar no ranking mundial de acidentes fatais de trabalho. Veja abaixo uma breve reportagem do Tribunal sobre o tema.

Por que a prevenção é importante?

Prevenir é importante porque as estatísticas não mentem. No Brasil, em média, ocorre um acidente de trabalho a cada 48 segundos! Um número assustador que, certamente, deve ser mantido bem longe de sua empresa.

O Dia Nacional da Prevenção de Acidentes do Trabalho, em 27 de julho, é uma data que nos lembra da necessidade de minimizar riscos e promover práticas laborais seguras, tornando-se preocupações permanentes de gestores em qualquer área de atuação e de empresas de qualquer porte. Por que a prevenção é importante?

Qual a importância da prevenção no ambiente de trabalho?

A prevenção de acidentes de trabalho é essencial porque mesmo em ambientes considerados seguros e salubres – como indústrias por exemplo -, eles podem ocorrer.

Além disso, pela legislação brasileira, doenças ocupacionais também podem se enquadrar como acidentes de trabalho.

Fica claro, portanto, que não basta evitar acidentes em sua empresa, é necessário investir no bem-estar do colaborador.

Como evitar acidentes de trabalho por meio de ações de prevenção?

Contar com processos bem estruturados é a melhor forma de conduzir ações de prevenção e manter a produtividade.

Há muitos fatores que podem ser considerados na implementação dessas medidas preventivas, a depender da complexidade das operações e do mercado em que se atua.

No ramo de cosméticos, um exemplo é o Grupo Boticário, que contratou a Moki em 2018. O Grupo passou a utilizar nosso sistema nas rotinas de auditoria da área de Segurança do Trabalho e Meio Ambiente, tornando-se um dos nossos cases de sucesso.

Os checklists de papel foram substituídos por checklists digitais, aumentando a produtividade e ganhando agilidade na correção de não conformidades.

Há algumas ações que são cruciais para uma boa estruturação de processos de prevenção, seja qual for o perfil da sua empresa. Veja abaixo algumas delas:

Defina uma comissão interna de prevenção de acidentes

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), regulada atualmente pela NR-5 da Secretaria do Trabalho, deve ser formada por representantes do empregador e dos empregados.

Ela tem como objetivo prevenir acidentes e doenças decorrentes do trabalho, identificando riscos no exercício laboral.

Através da elaboração de um plano de trabalho, a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes participa ativamente da implementação e do controle de qualidade de medidas preventivas.

Faça um plano de prevenção

O plano de prevenção de acidentes de trabalho será um documento crucial para o gestor. Nele estarão explicadas todas as ações que serão promovidas na organização, facilitando o processo de controle e aprimoramento de riscos.

Na elaboração do plano devem ser considerados alguns fatores importantes, tais como:

  • Relação de EPIs utilizados em determinadas atividades;
  • Mapa de riscos laborais;
  • Rotinas de manutenção preventiva de máquinas e equipamentos;
  • Estipulação de padronização de processos;
  • Método de documentação de acidentes, entre outros fatores relevantes conforme a área de atuação da empresa.

Crie programas de prevenção de acidentes

Os Programas de Prevenção de Acidentes nas empresas avaliam riscos no ambiente de trabalho – sejam eles químicos, biológicos ou físicos – e estabelecem as medidas contínuas de prevenção e respostas a riscos.

Ao implementar um programa de prevenção, o gestor deve levar em conta as Normas Regulamentadoras de Segurança do Trabalho que devem ser seguidas.

Isso sem deixar de lado o treinamento dos colaboradores, promovendo uma autêntica mudança de cultura na empresa. O Programa, portanto, pode e deve envolver campanhas internas de conscientização com vistas ao longo prazo.

Realize as ações de prevenção e primeiros socorros

Colocar em prática o que foi planejado é fundamental. Por isso, as ações de prevenção devem ser implementadas, conforme o plano e o programa de prevenção de acidentes.

No entanto, não se deve perder de vista aquilo que precisa ser feito quando um acidente ou incidente ocorrer. Para isso, as ações de prevenção e o treinamento de primeiros socorros devem ser conjugados.

Primeiros socorros, tais como imobilização adequada em fraturas, manobras para contenção de sangramento e de ressuscitação cardiopulmonar são apenas alguns exemplos do que deve ser treinado.

Quer receber conteúdos como este por e-mail?

Assine nossa newsletter!

Quais são as ferramentas de prevenção de segurança do trabalho?

Há muitas ferramentas de prevenção de segurança do trabalho que minimizam riscos. Contar com os recursos adequados para o seu perfil de empresa é crucial para cultivar uma rotina de trabalho segura mantendo a produtividade.

Além das iniciativas já mencionadas, outras ferramentas podem ser inseridas na rotina, tais como:

  • Relação de EPIs necessários para cada função;
  • Listas de exames médicos obrigatórios;
  • Controle de laudos técnicos para ambientes perigosos e insalubres
  • DDS – diálogo diário de segurança
  • Relatório de Ocorrências, entre outros.

Para auditorias com listas de verificação, você pode se basear em nossas 11 dicas para criar o checklist perfeito.

Dependendo do grau de complexidade e do tamanho de sua empresa, um checklist digital de todas as exigências rotineiras de segurança do trabalho será primordial.

Conclusão

Prevenir acidentes nas empresas não é uma tarefa fácil. Exige constância, atenção aos detalhes e comprometimento de toda a equipe.

Trata-se de um trabalho coletivo que deve ser adaptado conforme a realidade de suas operações.

Quando as companhias organizam um sistema de checklist eficiente em seus processos e rotinas, elas conseguem minimizar os riscos e manter a produtividade.

Os checklists digitais vão além, garantindo a qualidade e eficiência das rotinas operacionais.

Se ainda tem dúvidas, leia nosso artigo sobre a importância do checklist. Você vai compreender a relevância de sistemas que permitem a coleta de informações, o compartilhamento e a análise de indicadores.

Evitar acidentes em sua gestão pode ser muito mais prático com checklists digitais, que facilitam o acompanhamento de indicadores e que permitem a criação instantânea de planos de ação.

E, no software da Moki, além dessas funcionalidades, ainda é possível cruzar os dados coletados e exibi-los em gráficos e tabelas dinâmicas acessíveis no dashboard do sistema.

Veja como o Moki Checklist pode ajudar na prevenção de acidentes na sua empresa!

Ilustração de um computador com a tela de planos de ação do Moki

Gostou do post? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
0 0 votes
Article Rating
Inscreva-se
Notificar quando houver
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Pesquisar

Receba nossos conteúdos!

Receba nossos conteúdos!

Posts mais populares
Ninja faixa preta dando um chute no ar

Será que você tem uma operação faixa preta?

Faça um diagnóstico de maturidade gratuito e receba dicas para se tornar um ninja em seu negócio!

Siga nossas redes
Saiba mais
Rolar para cima