Moki Checklist

O que é uma APR é para que serve?

O que é APR e como fazer uma Análise Preliminar de Riscos?

A Análise Preliminar de Risco é o documento que mapeia as etapas de execução do trabalho em determinado local, com o objetivo de definir e prevenir possíveis riscos na operação.

Geralmente desenvolvida por profissionais da área de segurança do trabalho para prevenir riscos à saúde, ela também pode ser vista como uma valiosa ferramenta gerencial.

Nesse artigo, você encontrará o que significa APR, a importância e os passos para fazer um estudo preliminar, mesmo que essa não seja uma iniciativa obrigatória para a atividade da sua empresa.


APR: O que é a análise preliminar de riscos?

A análise preliminar de risco é um levantamento que visa antecipar possíveis ameaças ao negócio e à saúde do trabalho, determinando as medidas de prevenção necessárias.

Muito usada na indústria e na construção civil, a APR pronta pode ser valiosa em todo tipo de negócio, já que seu objetivo é mapear as atividades, identificando riscos para as pessoas, o meio ambiente, o patrimônio e até para a imagem das empresas.

A partir da identificação dos pontos frágeis da operação, como possibilidades de acidentes e erros de execução, é desenvolvido um documento definindo quais medidas precisam ser tomadas na operação para controlar esses riscos.

Dessa forma, é fundamental que ela seja desenvolvida no campo de trabalho, garantindo a participação da equipe, a prevenção de acidentes no ambiente de trabalho e o sucesso do negócio.

O que deve conter no documento de APR?

O levantamento para a análise preliminar de riscos deve ser feito em campo e conter as etapas cruciais de execução das atividades de cada área. Ele deve identificar os riscos operacionais em hierarquia, de acordo com o seu potencial de impacto para o negócio.

A partir dessa identificação e organização estratégica, o documento deve traçar as medidas preventivas e determinar a periodicidade de acompanhamento da aplicação dessas medidas pela equipe, isso pode ser feito através de um checklist digital.

Muitas empresas deixam a cargo de cada área desenvolver sua própria análise. No entanto, é interessante que elas estejam alinhadas com os objetivos estratégicos do negócio e disponíveis para conhecimento de toda a operação.

Nós temos alguns modelos gratuitos de APR que você pode aplicar no seu negócio, lembrando que, em casos de atividades em que ela é obrigatória, o documento deve ser assinado por um profissional com conhecimento de segurança do trabalho.

Modelos para download

Baixe nossos modelos gratuitos de APR!

Apesar de modelos de planilhas ajudarem, a maneira mais atual e dinâmica de colocar a prevenção de risco em prática é usando ferramentas digitais, como um checklist digital.

No Moki é possível criar checklists com os itens da análise preliminar de riscos e pontuar as perguntas considerando os pontos mais sensíveis na operação. Com isso, ao final, é possível avaliar quais atividades ou áreas que demandam mais atenção.


Quando fazer uma Análise Preliminar de Riscos?

quando devemos fazer apr

A elaboração da APR é obrigatória para trabalhos em espaço confinado e trabalhos realizados em altura. No entanto, é sempre interessante conhecer os riscos do seu negócio, mesmo que não seja uma exigência legal.

Ao fazer de maneira formal uma análise nas áreas-chave da sua empresa, você terá em mãos um documento gerencial estratégico que vai permitir que você acompanhe de perto as ameaças para o seu negócio.

As APRs devem sempre  considerar as normas regulamentadoras (NRs), regras e obrigações que as empresas precisam seguir. Elas são feitas para garantir a segurança dos trabalhadores no ambiente de trabalho e garantir o impacto positivo das empresas na sociedade. Existem NRs para cada  segmento.


>> Leia mais: Como fazer um plano de ação empresarial? (Guia Completo)!



E por que fazer? Benefícios da APR para empresas

Ao conhecer os riscos, você poderá desenvolver checklists de acompanhamento das ações de prevenção por prioridade, garantindo a segurança da sua operação.

A verdade é que toda atividade tem um risco envolvido. Alguns de maior e outros de menor impacto social e para o negócio. Assim, mesmo que sua empresa não tenha a cultura de prevenção de riscos, essa é uma ferramenta gerencial valiosa já que:

Identifica os riscos do negócio por hierarquia de impacto

A partir da coleta de informações nas diversas áreas da empresa é possível definir, por grau de importância, as vulnerabilidades e as causas dos possíveis acidentes ou erros.

Educa os envolvidos sobre os pontos cruciais de suas atividades

O mapeamento dos riscos permite que os envolvidos nas atividades entendam melhor a importância de suas ações e os pontos que precisam ser controlados de perto.

Permite que os gestores controlem os riscos de maneira eficaz

Com a APR das atividades cruciais pronta, os gestores podem acompanhar de maneira eficaz o controle das principais ameaças, garantindo o alinhamento constante entre a hierarquia de riscos definida e os objetivos estratégicos do negócio.


Saiba promover a segurança no ambiente de trabalho. Baixe o modelo gratuito de checklist!



Como fazer a APR? Veja 4 passos essenciais

avaliação preliminar de risco

  1. Mapear as atividades cruciais para o seu negócio: Definir quais atividades da operação têm maior impacto para o resultado do negócio.
  2. Identificar os riscos operacionais e suas causas: A partir da identificação das atividades a serem acompanhadas, avaliar os riscos operacionais dessas atividades.
  3. Organizar os riscos por hierarquia de impacto para o negócio: Elencar os principais riscos da operação por hierarquia, de maneira a priorizar o controle dos pontos de maior impacto.
  4. Determinar e monitorar os pontos de controle de riscos: Uma vez determinadas as causas e os pontos de controle, definir a periodicidade e o método de acompanhamento das ações para controlar riscos e mitigar danos.


Quem deve emitir o documento da APR?

O documento de análise preliminar de riscos  formal para as atividades obrigatórias deve ser feito e assinado por profissionais de segurança do trabalho.

No entanto, o ideal é que esse documento seja desenvolvido em campo, em parceria com a equipe que executa cada atividade.


Como usar checklists na elaboração da APR?

Através do uso de checklists digitais, cada setor de sua empresa poderá listar com facilidade as atividades cruciais executadas pela área, elencando os possíveis impactos e riscos relacionados e definindo as medidas preventivas correspondentes com rapidez.

Além disso, a cada risco pode ser atribuída uma prioridade, de acordo com o grau de impacto, o que ajudará a organizar por hierarquia as atividades que são mais ou menos sensíveis para o objetivo estratégico do negócio.

O uso de checklists digitais não apenas padroniza a descrição das atividades, como dá visibilidade para diversas áreas sobre os riscos mais relevantes para a operação, facilita o compartilhamento de informações entre setores e agiliza análises profundas com relatórios criados em tempo real.

Os checklists na segurança do trabalho são uma excelente ferramenta de acompanhamento das ações de prevenção de risco nos diversos setores da empresa, independente do porte e da capilaridade da sua operação.

Ilustração de um computador com uma tela cheia de gráficos e uma lupa em sua frente.

Conheça o Moki Checklist: a ferramenta ideal para gestão e controle de processos!

Conclusão

Como pudemos ver, a APR é uma ferramenta gerencial valiosa em quase qualquer negócio, mas obrigatória para trabalhos em espaço confinado ou realizados em altura, e usada com frequência pela indústria e pela construção civil.

Nesses casos, profissionais de saúde do trabalho devem emitir um documento formal de Análise de Prevenção de Risco.

A avaliação de riscos, além de garantir a saúde do trabalho, também pode definir as principais ameaças para as pessoas, para o meio ambiente, para o serviço prestado, para o patrimônio e para a imagem de sua empresa.

Então, analise seu negócio e defina quais pontos da operação podem ser sensíveis para o seu resultado de curto, médio e longo prazo, prevenindo problemas e adotando pontos de controle.

Em seguida, desenvolva checklists acompanhamento, envolva as diversas áreas da empresa e previna riscos, garantindo a saúde e a segurança no trabalho, o impacto social positivo e o sucesso do seu negócio.

Quer receber conteúdos como este por e-mail?

Assine nossa newsletter!

Gostou do post? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
0 0 votes
Article Rating
Inscreva-se
Notificar quando houver
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Fabricio Rufin
Fabricio Rufin
3 meses atrás

Muito bom os comentários! Uma exposição ao tema de forma simples e objetiva.

Pesquisar

Receba nossos conteúdos!

Receba nossos conteúdos!

Posts mais populares
Ninja faixa preta dando um chute no ar

Será que você tem uma operação faixa preta?

Faça um diagnóstico de maturidade gratuito e receba dicas para se tornar um ninja em seu negócio!

Siga nossas redes
Saiba mais
Rolar para cima